CONSULTA GINECOLÓGICA DE ROTINA

                                                                   

Toda mulher que teve ou tem vida sexual ativa deve consultar o ginecologista uma vez por ano para uma avaliação clínica e a coleta do material para o exame de Papanicolaou. O exame pélvico, aquele feito com ajuda do espéculo, permite observar a região perineal e vulvar mais especificamente, a região vaginal interna e o colo do útero em busca de sinais de alterações ou doenças e sinais que levem suspeita ou diagnostico de câncer.     

 

 "O câncer do colo do útero infelizmente ainda mata muitas mulheres e em idade jovem".


Veja alguns casos em que o exame pélvico deve ser repetido em menos de um ano:

  • Sangramento fora das menstruações ou fluxo menstrual muito intenso

  • Sangramento após a menopausa

  • Irritação ou coceira nos genitais ou corrimentos suspeitos

  • Dor e sangramento durante a relação sexual

  • Presença de sinais estranhos como manchas, verrugas ou vermelhidão na região da entrada da vagina.

O QUE É O TESTE PAPA NICOLAU?

O Papanicolaou consiste no exame em microscópio de uma amostra de células coletadas raspando com uma escova ou espátula especial a região da entrada do útero. A análise serve para diagnosticar alterações pré-cancerígenas, o câncer e em alguns casos pode diagnosticar também doenças infecciosas como chlamydia, gonorrérias, trichomonas e candidíase e a contaminação pelo HPV.

                                                                                       

                                                                                         ROTINA DE EXAMES

A prevenção de saúde para mulheres inclui além da consulta ao ginecologista, uma agenda de exames que só médico é capaz de avaliar a real necessidade desses exames no seu caso, com que frequencia ou sob quais circunstâncias.

Exame pélvico e das mamas : Observação visual da região genital, do colo do útero, toque e apalpação dos órgãos reprodutivos e dos das mamas serve para verificar a presença de corrimentos e infecções ou doenças na região do colo do útero, e de nódulos e outras irregularidades nos ovários, trompas e nas mamas.Todas as mulheres que tem vida sexual ativa devem fazer anualmente, fora de situações de risco.

  Situaçoes de risco : Início precoce da atividade sexual, gravidez antes dos 18 anos, mais de quatro gestações, multiplicidade de parceiros, histórico de doença venérea, higiene vaginal precária.

Mamografia : Investigação radiológica das mamas, serve para detectar sinais do câncer de mama. Todas as mulheres de mais de 40 anos e em algumas situações especiais devem fazer anualmente.

  Situações de risco : Mulheres com histórico familiar de câncer, ou que menstruaram cedo,  que não tem filhos ou que engravidaram após os 30 anos de idade.

Papanicolaou (útero) :  Análise microscópica das células retiradas do colo do útero, serve para detectar o câncer de colo de útero.Todas as mulheres que têm vida sexual ativa há mais de um ano devem fazer anualmente ou  critério médico.

Colposcopia (útero) : Observação do colo do útero  com o auxílio de fonte de luz e lupa, chamada colposcópio, serve para detectar a presença de infecções, irregularidades ou sinais de doenças. Todas as mulheres  que tem vida sexual ativa devem fazer anualmente ou a critério médico.

Ultrassonografia pélvica : Rastreamento pélvico através do aparelho de ultrasom, serve para detectar alterações anatômicas do aparelho reprodutor, rastreamento de tumores e cistos, em alguns casos pode detectar presença de infecções, irregularidades ou sinais de doenças como endometriose.Todas as mulheres devem fazer quando a critério médico.

Exames laboratoriais : Análise laboratorial do sangue, serve para diagnosticar e prevenir diversas doenças.Todas as mulheres devem fazer quando a critério médico.